Por Gustavo Martins-Coelho


Falem mal de mim, mas falem! Eu tenho muitos defeitos; não deve ser muito difícil escolher um e criticar-me por causa dele. Portanto, é com tristeza que vejo inventar-se defeitos em mim para falar mal.

Eu não faço mal a uma mosca. Não tenho de ser literal, se souberes entender-me.